aLer+

Atividades em 2018-2019

   
Biblioteca

 
2016-2017
2015-2016
2014-2015
2013-2014
2012-2013
2011-2012
2010-2011
2009-2010
2008-2009
     
     
CONCURSO NACIONAL DE LEITURA  
     
LEITURAS EM VOZ ALTA

Ler em conjunto proporciona o treino da articulação, da colocação, da expressividade. Dá lugar, também, à reflexão e à expressão de pontos de vista, em intervalos abertos ao aprofundamento de questões sugeridas pelo texto. Os alunos do 8º B da professora Celeste Pires, nas seis sessões na Biblioteca dedicadas à leitura integral de O PRINCIPEZINHO, souberam tirar pleno partido da oportunidade, com intervenções muitas vezes surpreendentes pela maturidade e capacidade interpretativa que revelavam.

ver +

     
JOSÉ SARAMAGO
     

CENTENÁRIO DO ARMISTÍCIO

 

A proposta, imediatamente aceite, de comemorar na Biblioteca o centenário do Armistício, veio da professora Maria da Luz Gil, decorrente da abordagem do “Rememberance Day”, na disciplina de Inglês.

A primeira sessão realizou-se, então, com o 10º D: abriu com uma exposição sobre o significado desse dia na cultura inglesa e o seu vínculo à I Guerra Mundial, apresentada à turma pelas alunas Alice Marques e Margarida Afonso e pela leitura de dois poemas, “In Flanders Fields”, de John Mccrae, e “We Shall Keep the Faith”, de Moina Michael , pelos alunos Nicolau Martins, Eva Pires, Nuno Lages, Raquel Rodrigues, Gonçalo Santo e Ana Silva.

No 10º A, que veio acompanhado pelo professor de Português, Manuel Costa, os poemas foram lidos por 6 alunas: Constança Primor, Catarina Antunes, Jessica Lima, Sofia Fernandes, Rafaela Pereira e Joana Neves. Conversámos um pouco sobre os poemas, destacando a simbologia da papoila e, de seguida, lembrámos grandes escritores e grandes romances marcados pelo conflito de 1914-18, como Tolkien e O HOBBITT ou O SENHOR DOS ANÉIS, Erich Maria Remarque, de cujo A OESTE NADA DE NOVO vimos o início da adaptação cinematográfica ( https://www.youtube.com/watch?v=vMCB9wjg4sE ), ou O ADEUS ÀS ARMAS, de Ernest Hemingway, romance de que lemos algumas páginas (pp. 66-73, Livros do Brasil, 2015).

As sessões do 9º A e do 9º B foram articuladas com a disciplina de História, lecionada pela professora Adélia Simas, tendo alguns alunos tido ainda oportunidade de fazer uma breve pesquisa sobre os escritores referidos. 

Conhecer a data e os acontecimentos que a rodearam, para lembrar e homenagear, foi o objetivo primeiro desta atividade, mas não esquecendo o de conhecer para estar alerta a qualquer forma de repetição de tais acontecimentos, num tempo, como este nosso, de tantas ameaças.

ver+

     
ORIGAMI

O Atelier de Origami da nossa Escola colaborou com a Biblioteca em diferentes comemorações, como o 25 de Abril ou o Dia Mundial do Livro. Desta vez, quisemos associar-nos à celebração do Dia Mundial do Origami (13 de novembro) e recebemos a turma do 10º D para uma sessão que começou com a partilha de informação sobre alguns aspetos das tradições culturais japonesas, nas quais sobressai a sofisticada e artística utilização do papel. Falámos sobre o Romance do Genji provavelmente o romance mais antigo da literatura universal, e sobre a sua autora, referindo ainda o impacto da cultura japonesa no ocidente. A acompanhar, leituras de excertos de A História de Murasaki, de Liza Dalby e de Os Fios, de Sandra Catarino. A segunda hora foi de extrema concentração, na feitura de maravilhas de papel : seguindo as orientações das professoras Helena Matos e Maria João Cortegaça, os alunos dobraram o modelo do “patuá”, da criadora Yara Yagi.

ver+

     
FLUIR Na próxima quarta-feira, dia 24, 17:00h, contamos com a tua presença no lançamento da revista Fluir. Na Biblioteca.
     
PARAR PARA LER O PARAR PARA LER

na ESPJAL

na EB1 Santo António de Tercena

na Escola EB1/JI Cesário Verde

na EB1 Gil Vicente

     
À DESCOBERTA DOS LIVROS

Começo do ano, encontro com os recém-chegados: as turmas do 7º ano visitam a Biblioteca, recebem as informações indispensáveis, trocam impressões sobre livros, leituras, e passam depois algum tempo “À Descoberta dos Livros”. Desta vez, com a colaboração das professoras de Português Celeste Pires e Céu Almeida.

ver +

     
SONHOS NA BIBLIOTECA

Deparámo-nos com um Dia Mundial do Sonho, o dia 25 de Setembro, escolhemo-lo como mote para abrir as actividades da Biblioteca e convidamos turmas do 9º e do 12º anos para o comemorarmos.

Comum a todas as sessões foi a reflexão sobre os diferentes sentidos da palavra, as diversas vivências que envolve, o grau de importância que pode assumir.

O 9º A, B, C, E e F lembraram o sonho de Martin Luther King e ouviram também excertos de um famoso sonho da literatura universal, o Sonho de uma Noite de Verão, de William Shakespeare, na adaptação de Mary e Charles Lamb. A última parte foi de silêncio (o possível) e escrita de breves narrativas: nuns casos, a continuar a história criada pelo dramaturgo inglês, noutros, a contar sonhos – inventados, vividos, acordados ou a dormir.

O 12º B escutou primeiro “I love my dreams”, poema de Alexander Search, na maravilhosa versão da banda que adotou o nome deste heterónimo pessoano e, em seguida, a leitura do “Sonho de Fernando Pessoa, poeta e fingidor”, de António Tabucchi. Feita a ligação ao poeta, a professora de Psicologia, Teresa Rodrigues, apresentou uma iniciação muito esclarecedora à teoria do inconsciente, de Freud, que tanta importância teve no pensamento e na arte das primeiras décadas do século XX. A finalizar, houve ainda um tempo breve para a escrita de frases, curtos apontamentos em torno do sonho.

Estilhaçamento do ser, com grande profundidade

O sonho é a janela aberta ao conhecimento interior

Sonhar é universal, não depende de géneros ou cores

Nem sempre sonho, mas quando sonho é contigo

ver +

     
OUTUBRO - MÊS INTERNACIONAL DAS BIBLIOTECAS ESCOLARES  
     

aLeR+ 2027

Entre o conjunto de escolas aLeR+, as entidades responsáveis – Rede de Bibliotecas Escolares (RBE) e Plano Nacional de Leitura (PNL) – identificaram um número limitado de agrupamentos/ escolas não agrupadas, que constitui o grupo base para o arranque da nova fase do projeto, a partir de setembro de 2017, que recebeu a designação aLer+2027.

Com enorme contentamento, anunciamos que a Escola Secundária Professor José Augusto Lucas foi selecionada para integrar este grupo, que irá dar continuidade e renovar a sua atividade de promoção do gosto pela leitura.  

De acordo com o documento recebido, “para a seleção e validação deste grupo foram considerados diversos elementos:

1) Consulta aos Coordenadores Interconcelhios das Bibliotecas Escolares (CIBE) sobre as escolas e agrupamentos integrados no projeto, detentores de uma cultura de leitura promotora do gosto, das competências e dos hábitos de leitura.

2) Recolha de informações derivadas do conhecimento dos projetos pelos técnicos do PNL/RBE, a partir dos relatórios, materiais e visitas de acompanhamento realizados.

3) Cruzamento com outros projetos, candidaturas e iniciativas no âmbito da leitura.

4) Experiência e continuidade dos projetos.

5) Amostragem de diversidade de práticas e experiências de leitura.

6) Progressão consistente dos projetos.

7) Projeção nas escolas, comunidades locais e outros contextos.

8) Solidez das condições organizacionais, humanas e materiais oferecidas.”